Testemunho #42: “…dou valor à comida real.”

Como vai caro leitor? Voltamos para mais um testemunho Diário de uma Dietista. Tem acompanhado as histórias dos nossos pacientes? Deixe-se inspirar! O bem não acontece só a outros. Não é “um milagre” que acontece de um dia para outro, mas com o acompanhamento certo e com dedicação, também vai conseguir atingir os seus objetivos.

No Diário de uma Dietista tratamos a pessoa: Não fazemos dietas, mudamos hábitos.

Voltamos a apresentar-lhe mais um caso de sucesso, que não poderia espelhar de uma forma mais transparente aquilo que fazemos.

Este testemunho é especialmente importante por ser uma jovem que ganhou consciência da importância da alimentação saudável para o seu bem-estar físico e emocional, não apenas para a sua aparência física! Veja como mudou os seus hábitos!

Nutrição é sinónimo e não de DIETA

A MV tinha 24 anos quando recorreu à nossa consulta em abril 2019. Apesar de jovem, já tinha feito várias “dietas”, sozinha ou com acompanhamento de nutricionista, com o intuito de perder peso. Mas desta vez procurou algo diferente na internet: 

Queria mudar os seus hábitos alimentares de vez e não apenas o peso!

E foi justamente assim que aconteceu. A MV esteve em consulta mais mais de 1 ano e tudo mudou: o seu corpo e os seus hábitos alimentares!

Em 16 meses...

a MV perdeu cerca de 14kg dos quais 13kg foram gordura e 1kg foi massa magra (líquidos).

Mas também...

desceu a sua gordura visceral para níveis de muito baixo risco metabólico e em média 10cm de perímetros (cintura, umbigo e anca)!

Continue a tratar de Si!

 

Vamos conhecer a sua história na primeira pessoa:

R: Através de uma conversa de instagram com a Nutricionista. 

R:Querer fazer uma reeducação alimentar, não só pela perda de peso como pela implementação de hábitos alimentares que durassem a longo prazo.

 

R: Desde de que me lembro que tenho problemas com o peso e de nunca me sentir bem no meu corpo. Há anos que andava em dietas yoyo, que me privava de comer e acima de tudo de me olhar ao espelho e não me sentir bem com o que via.

Nos últimos anos devido à pressão na faculdade, de estar farta de ter tantos cuidados e privações acabei por me desleixar e acabei por engordar novamente. Mais uma vez, não me sentia bem comigo e não era saudável, por isso tive de tomar uma decisão a sério, emagrecer e ganhar hábitos saudáveis, através de uma reeducação alimentar.

Na procura por esta mudança o Diário de uma Dietista foi-me recomendado e não podia estar mais contente.

R: Com a ajuda da nutricionista consegui criar novos hábitos alimentares e fazer a reeducação alimentar que tanto desejava. Não deixei de comer hidratos de carbono ou passei comer sopa e carne ao pequeno-almoço como se impõe em muitas dietas.

Faço uma alimentação variada e equilibrada, aprendi a comer melhor e a dar mais valor à comida real.

Aquilo que antes era um plano de emagrecimento e de novos hábitos saudáveis hoje é a minha alimentação por gosto.

Tal como em tudo, também tenho os meus dias de batota e faço asneiras, e que bem que me sabem. Mas é isto que é o equilibrio.

Aprendi também que a mudança vem com o tempo, persistência e força de vontade. Demorei 1 ano e meio a perder 15 Kg e a sentir-me melhor comigo mesma e com a imagem que via ao espelho, mas não desisti.

R: Sem dúvida! Sou asmática e desde que alterei os meus hábitos alimentares e consequentemente perdi peso que as crises praticamente desaparecem. Antes também não gostava de fazer longas caminhadas com amigos porque me cansada muito rapidamente e ficava sempre para trás, hoje sou a pessoa que dá força para os outros continuarem.

R: Óptima! A nutricionista é sem dúvida uma excelente profissional. Sempre com as palavras certas para aqueles momentos em que queremos desistir. Explica cuidadosamente o porquê das coisas e faz os possíveis para que o paciente se sinta bem, estando sempre empenhada a adaptar da melhor forma o plano à rotina, gostos e vida de cada um.

Para além disso, é simpática e tem grande empatia para com o paciente. É sem dúvida uma profissional que recomendo.

São várias as palavras que guardo:

“Mariana foram vários anos de erros alimentares, não pode querer perder rapidamente o que ganhou, tem de dar tempo ao corpo”.

“Ainda me lembro da sua primeira consulta, chegou aqui a dizer que não ia conseguir e olhe…”.

 

R: Na minha opinião ainda tenho um longo caminho a percorrer. Na verdade, acho que é mais complicado mudar/adaptar a nossa forma de pensar do que os hábitos alimentares. Apesar de me sentir melhor com a imagem que vejo ao espelho e de já não me sentir tão mal com o meu corpo, o medo de voltar a engordar e perder um pouco o rumo ainda é real. Dou por mim muitas das vezes a pensar que não deveria ter comido isto e aquilo e como posso compensar, quantas calorias consumi… Portanto ainda tenho de ganhar algumas ferramentas emocionais e aprender a lidar com esta nova realidade.

R: Sim! Hoje em dia já não o faço com a regularidade inicial, porque não sinto essa necessidade, mas acho importante que seja feita de x em x tempo. Não só para monitorização, como para tirar dúvidas, introduzir novas mudanças…Para além disso, o vosso acompanhamento é realmente bom!

R: O Diário de uma Dietista não implementa dietas malucas, cortes de hidratos, suplementação, compra de produtos e chás milagrosos…. Implementa sim, uma mudança de vida através de uma reeducação alimentar com comida real, variedade e equilibrio.

Há abertura para erros e adaptação à rotina. Há sinceridade, esforço e empenho por parte de quem nos acompanha. Para além disso, o preço extremamente acessível para o acompanhamento fantástico que é feito.

A equipa Diário de uma Dietista agradece o e que reflete na integra o nosso trabalho!