Testemunho #38: “Com orgulho dizia: NENHUM suplemento!”

Como vai caro leitor? Voltamos para mais um testemunho Diário de uma Dietista. Tem acompanhado as histórias dos nossos pacientes? Deixe-se inspirar! O bem não acontece só a outros. Não é “um milagre” que acontece de um dia para outro, mas com o acompanhamento certo e com dedicação, também vai conseguir atingir os seus objetivos.

No Diário de uma Dietista tratamos a pessoa: Não fazemos dietas, mudamos hábitos.

Nutrição é sinónimo de SAÚDE e não de DIETA

Voltamos a apresentar-lhe mais um caso de sucesso por acompanhamento nutricional online!

Agora que estamos em isolamento social faz ainda mais sentido tratar de Si à distância, já que o que conta não são as medições, mas sim as mudanças que faz na sua rotina alimentar, para que um dia sejam habitos saudáveis! 

Foi isso que fez a AC! Uma jovem, que ainda não tinha chegado aos 30 anos, mas sentia no seu dia-a-dia as dificuldades de viver com obesidade. Tem uma história de variações do peso, de acordo com os acontecimentos da sua vida, mas sem conseguir estabilizar num peso saudável!

Uma das questões que colocamos na primeira sessão é “Conte-nos a sua história, no que podemos ajudar?” e a AC escreveu:

Por vezes quando chego a casa depois do trabalho estou cheia de fome e como o que me aparece à frente! Preciso de aprender a controlar isso! Por isso decidi procurar este acompanhamento: para me ajudar a ter uma alimentação equilibrada.

AC, 1ª sessão nutrição online

Veja como a motivação da AC não era “emagrecer”, mas sim identificar e mudar o que a fazia comer descontroladamente, passando assim a ter uma relação equilibrada com a comida! Desta forma naturalmente emagreceria! E ASSIM FOI!

Quando a motivação inicial está certa, é muito mais fácil ajudarmos os nossos pacientes! Quando só se valoriza o peso, sem pensar nos hábitos, nas consequências e no futuro, é à partida um caso de insucesso.

Desde maio 2019 a AC....

...reduziu 18kg

E uns incríveis....

... 16cm de anca e 25cm de cintura! Além da sua massa gorda estar agora dentro do valor recomendado (<33%)!

 

Vamos conhecer a sua história:

R: Conheci o Diário de uma Dietista quando comecei a fazer pesquisas sobre alimentação. Sempre que fazia pesquisa, muitas vezes me aparecia a página do Diário. Depois comecei a navegar e gostei da filosofia espelhada pelos textos. O facto de ser gerido por nutricionista foi o que me fez sentir segura em seguir o Diário de uma Dietista e, sempre que tinha dúvidas ou curiosidades sobre um alimento recorria ao Diário.

R: Depois de várias tentativas para perder peso, sem sucesso, e por saber que para bem da minha saúde precisava de perder peso, decidi arriscar uma consulta e experimentar. Dado que já seguia a página e muitas vezes quando queria receitas saudáveis ou saber mais sobre um alimento era ao Diário de uma Dietista que ia.

R: Eu sempre fui gorda. Cheguei a pesar 103kg. Sempre tive problemas de autoestima, porque sofri de bullying na adolescência. Deixei que isso me definisse durante algum tempo, até que percebi que tinha direito a ser feliz. Então, comecei à procura de algo que me fizesse sentir bem, comecei a ganhar o gosto por cuidar de mim. Sabia que o excesso de peso, mais tarde ao mais cedo, ia definir a minha vida e não podia deixar que isso acontecesse. Quando tive trabalhos mais sedentários, o meu corpo dava-me sinais de que não estava bem. O simples facto de subir umas escadas, sentia cãibras e ficava extremamente cansada e havia dias em que me senti mal. Fui percebendo que precisava de ouvir o meu corpo e de cuidar dele. Fui para o ginásio mas, sem acompanhamento e sem conhecimento, não adiantou. Inventar um plano sem acompanhamento médico, não só não deu resultados como facilmente deixei. Quando marquei consulta foi quase como a última tentativa para perder peso. Com o pensamento de, se não for desta, nunca vai ser.

R:  O meu objetivo era ganhar saúde, sentir-me bem e perder peso. Quando comecei o plano pesava 88kg e consegui perder 18kg. Sendo que ainda tenho um caminho pela frente. Com este acompanhamento aprendi a fazer as melhores escolhas para a minha saúde. Aprendi que não tenho de passar fome, nem de fazer sacrifícios. Perdi peso, nem sentir fome e sem sacrifício, percebendo o que gosto em paralelo com aquilo que me faz bem. Agora tenho as ferramentas necessárias para sozinha seguir o meu caminho e perder mais 10kg. Aprendi a combinar alimentos, de forma a dar ao meu corpo só aquilo que ele precisa e para me sentir bem. Além disso, hoje quando penso nas minhas refeições, primeiro penso nos legumes e só depois nos “hidratos” e por fim na proteína!

R: Claro que a minha saúde mudou. O facto que subir umas escadas e não ficar quase a desmaiar como se tivesse corrido uma maratona, o facto de apertar os atacadores dos sapatos sem ficar a transpirar. O chegar ao fim do dia bem, sem aquela sensação de que vou rebentar é espetacular!

 Tudo isso faz com que me sinta muito bem. Perdi peso, com alimentação saudável e exercício, sem medicação. Tive pessoas que me perguntaram que medicamentos e que suplementos tinha tomado e, é com orgulho que dizia, NENHUM!

R: A Drª Catarina foi fundamental neste processo. O facto de ter, durante quase um ano, um acompanhamento semanal, ajudou-me a estar focada e a cumprir o plano. A doutora Catarina ajudou-me a ter uma relação mais saudável com a alimentação. Há coisas que nós fazemos, achando que estamos a fazer bem mas não é bem assim e o plano alimentar e o acompanhamento semanal ajudam-nos a fazer as melhores combinações de alimentos e a perceber o que está mal. Além disso, quando disse à Deª Catarina que queria reduzir o consumo de carne, apoiou-me logo, reformulou o meu plano para me ajudar a levar essa intenção para a frente. Sei que há outros profissionais que não são assim.

R: Hoje sinto-me muito melhor, aprendi a cuidar e a gostar de mim. Hoje tenho uma relação mais saudável com a minha imagem, gosto do que vejo ao espelho mas, acima de tudo, sinto-me bem e plena.

R: Claro que sim. Ainda estou numa fase de perda de peso e, mais tarde, para uma fase de manutenção irei recorrer ao acompanhamento. Se engravidar irei recorrer ao acompanhamento. Sempre que precisar de ajuda com a alimentação, irei recorrer ao acompanhamento do Diário de Uma Dietista.

R: Antes deste acompanhamento para uma reeducação alimentar, tinha adquirido um plano onde queriam que tomasse suplementação, mas eu recusei. Este acompanhamento mostrou que é possível perder peso de forma saudável e de forma barata! O que me fez recorrer ao Diário de uma Dietista foi a sua filosofia de reeducação alimentar. Há lugar para tudo, com conta peso e medida. Este acompanhamento dá-nos as ferramentas para fazer as melhores escolhas e tratarmos de nós. Além disso, ser saudável e comer de forma saudável não significa gastar muito dinheiro, antes pelo contrário. Além disso, os resultados ficam e isso é muito motivador!

A equipa Diário de uma Dietista agradece o e que reflete na integra o nosso trabalho!