Mude a mente para emagrecer

   Como vai caro leitor?
   Hoje publicamos mais um artigo sobre a importância de mudar o estilo de vida, em vez da preocupação sazonal com o peso:

Peso em Portugal

Atualmente, mais de 50% da população portuguesa tem excesso de peso e obesidade

Proporção de sobrepeso e obesidade em mulheres europeias (eurostat 2014)

    Não existe uma estatística que diga exatemente quantos portugueses já tentaram perder peso, com ou sem acompanhamento especializado, contudo, podemos imaginar que serão muitos… Assim, torna-se fundamental desmistificar alguns dogmas profundamente enraizados relativamente a este assunto e esclarecer conceitos fundamentais que levem à manutenção do peso perdido.

   Primeiramente, o foco tem de ser “a saúde” e não “o peso”. Enquanto o peso for a motivação principal, haverá sempre falhas que levem à sua recuperação. Isto porque o peso é apenas “uma medida de massa”. Nós não somos o nosso peso, somos sim a nossa composição física em gordura, músculo, osso, sangue, água, conteúdo alimentar, etc. Duas pessoas com o mesmo peso podem ser totalmente diferentes a nível físico. Este conceito é mais evidenciado ao nível do desporto, principalmente, no culturismo, tornando-se mais fácil de entender. 

   Pois bem, o objetivo de grande parte da população é perder peso, seja por razões estéticas ou por doença, sendo este um dos desejos mais pedidos na passagem de ano. Porém, não deve perder peso “a qualquer custo”, por exemplo, fazendo jejum e grande restrição alimentar. Se o fizer, terá o resultado inverso porque:

  • Ativa os seus genes da sobrevivência, que programam as células para aumentar a eficiência energética e limitar o gasto de gordura reservada.
  • Há adaptação do gasto energético, noemadamente do metabolismo em repouso, necessitando de menos energia/calorias.
  • Produz mais hormonas que sinalizam "a fome", o que poderá estimular a desinibição e os impulsos alimentares.

   A perda de peso passa por uma mudança de estilo de vida e por uma mudança de abordagem, longe das “dietas de verão”.

O que é uma perda de peso saudável?

É natural que deseje perder peso rapidamente. Porém, as evidências demonstram que as pessoas que o fazem gradualmente e de forma constante (cerca de 0,5 por semana) têm mais sucesso na sua manutenção. Emagrecer de uma forma saudável não passa por uma “dieta” ou um “programa”. Trata-se de um estilo de vida permanente, que inclui mudanças a longo prazo na alimentação diária e hábitos de exercício.

Como perder "meio-quilo" por semana?

Para perder peso, deve gastar mais calorias do que ingere! Uma vez que 0,5kg equivale a 3500 calorias, é necessário reduzir a ingestão calórica em 500-1000 calorias por dia, para perder cerca de 0,5kg a 1kg por semana.

Uma vez alcançado o peso saudável, basta seguir uma alimentação equilibrada e praticar atividade física regular (cerca de 60-90 minutos, de intensidade moderada), para ser bem sucedido na sua manutenção. Perder peso não é fácil, é preciso compromisso! É “o psicológico” que tem de estar preparado e agir, por mais que “o físico” sofra as consequências e clame por mudança. 

Ponderostato - Balanço energético

Se tiver muito peso a perder não desanime! Mesmo perdas modestas, acarretam grandes benefícios para a sua saúde física e mental. Por exemplo, diminuições de 5 a 10% do peso corporal total são suscetíveis de produzir benefícios para a saúde, tais como melhoria na pressão arterial, colesterol e açúcar do sangue e redução dos fatores de risco para diversas doenças crónicas. Assim, mesmo que o objetivo final pareça distante, deve encara-lo como uma jornada, ao invés de apenas um destino final.
    O importante é mudar o seu estilo de vida, praticando uma alimentação mais equilibrada no seu dia-a-dia e mantendo-se ativo! Estas mudanças serão capazes, não só, de fazê-lo perder peso gradualmente e sem pressões, como também, de revolucionar toda a sua vida com o bem-estar proporcionado: conte com maiores níveis de energia, mobilidade física, bom humor, satisfação com o corpo, auto-confiança/ eficácia, segurança, sentimentos de alegria e menores níveis de depressão.

Lembre-se:

Não é o seu PESO que está ERRADO. É o seu Estilo de Vida!

O peso é só o seu reflexo ao longo dos anos... MUDE para melhor, AGORA!

Saiba mais aqui