Calmantes naturais

Como vai caro leitor?calmante-natural

Já anteriormente falámos sobre este assunto. Sabemos que a qualidade da nossa alimentação depende da mente, ou seja, se tiver problemas ou preocupações graves, se andar irritado ou nervoso, é provável que se esqueça de comer (bem) e deixe a alimentação para segundo plano. Relembre:

 

É óbvio que não podemos usar isto como razão para descuidar a saúde ou mais tarde virá a consequência. É rara a pessoa que considera ter uma vida calma e despreocupada. Neste sentido, é fundamental que arranje um equilíbrio, a fim de ter tempo para cuidar de si (13 medidas para mudar a sua vida).

Na verdade, a nutrição e a fitoterapia podem ajudar: existem alimentos e plantas que são calmantes naturais. Em fases de mais stresse, tristeza, nervosismo, ansiedade e insónia são o seu melhor aliado. Vejamos alguns:

 

Plantas Medicinais Calmantes

  • Erva cidreira ou Melissa:
    • Contem óleos essenciais que acalmam de forma suave. Entre outras utilizações tradicionais, as folhas de Melissa (Melissa officinalis L.) são usadas como sedativo geral. As principais indicações fitoterapêuticas desta planta são assim nervosismo, insónias, palpitações nervosas, pelo que, muitas vezes, o extracto desta planta é associado a outros farmácos com acção tranquilizante. A forma mais comum de consumo desta planta é em infusão

 

  • Camomila:
    • Matricaria Recutita, é este o nome da planta que normalmente designamos por camomila. Importante no combate a inúmeras doenças, a camomila tem propriedades que o ajudarão a suportar situações de stresse no seu dia a dia. A camomila é uma planta extremamente versátil com uma eficácia comprovada há milhares de anos. O chá faz certamente parte do livro de receitas de todas as avós e é usado para pôr fim a desconfortos e pequenos problemas de saúde. Importa salientar que combate a retenção de líquidos e é um chá calmante forte que funciona como um analgésico natural. Quando usada durante um longo período de tempo, esta planta pode ter grandes benefícios, evitando doenças mais graves:
      • É o melhor amigo daqueles que fazem da comida um vício. Funciona como um ansiolítico e reduz a compulsão, o que ajudará a controlar a vontade de comer. Além disso, ajuda a combater a retenção de líquidos.
      • Tem efeitos antinflamatórios e ajuda a reduzir as olheiras. Coloque compressas de chá de camomila frio sobre os olhos de forma a reduzir a zona avermelhada. As suas propriedades tornam-no um bom chá para enxaqueca, funcionando como um chá calmante natural.
      • Reforça o sistema imunitário e ajuda no combate a inflamações, tendo também um efeito cicatrizante.
      • Ajuda no combate à artrite.
      • É um chá digestivo, auxiliando a digestão e combatendo o aparecimento de úlceras.
      • Ajuda a acalmar cólicas menstruais.
      • O efeito calmante poderá ser útil a crianças com  hiperatividade.

 

  • Erva de São João:
    • Uma das plantas mais divulgada e estudada nos últimos tempos é a erva-de-São João, mais especificamente, Hypericum perforatum ou Hipericão comum (também conhecida como milfurada). Esta planta não deve, no entanto, ser confundida com o hipericão do Gerês que é uma espécie aparentada, nem com o Hypericum androsemum ou com espécies semelhantes existentes no nosso país. Devido ao consumo generalizado de antidepressivos sintéticos, cada vez mais, se têm procurado alternativas mais naturais. Foi devido ao uso tradicional do hipericão, sobretudo no caso de problemas nervosos e emocionais, que a ciência começou a interessar-se pelo seu estudo, acabando por confirmar que a sua utilização empírica tinha fundamento. De facto, a maior parte dos ensaios levados a cabo, teve por objectivo analisar quer as propriedades antidepressivas do hipericão, quer a sua fraca incidência de efeitos secundários, comparando os resultados obtidos com os dos antidepressivos sintéticos e dos placebos. Foi, assim, possível concluir que esta planta tem propriedades benéficas no combate à depressão ligeira e moderada e está praticamente isenta de efeitos colaterais.

 

  • Passiflora: 
    • A passiflora não é uma planta, mas sim, uma família de plantas que congrega ao todo cerca de 500 espécies, desde trepadeiras a arbustos. Originárias a América do Sul, são normalmente conhecidas pelo seu fruto: o maracujá. Entre os principais benefícios da passiflora, destacam-se as propriedades calmantes naturais e afrodisíacas. Este é, por isso, o chá calmante adequado para quem tem problemas de nervosismo, depressão ou ansiedade ou quem sofre de insónias ou apresenta dificuldades em adormecer. Funcionando como um calmante natural, proporciona relaxamento muscular. De referir, também, o uso no combate a dores menstruais, espasmos abdominais, problemas no intestino e hiperatividade infantil.

 

  • Valeriana:
    • A valeriana (Valeriana officinalis L.) é uma planta muito apreciada devido às suas propriedades sedativas sobre o sistema nervoso central. É tradicionalmente utilizada em casos de tensão, ansiedade, nervosismo, depressão ligeira, sentimentos de medo, cólicas gastrointestinais (de origem nervosa) e desordens do sono. Os ensaios clínicos indicam que o extracto de valeriana tem um efeito positivo no padrão de sono, não influencia a fase REM, e não provoca os efeitos secundários indesejáveis das benzodiazepinas (fármacos para dormir) sendo, portanto, de utilização segura. Referimos, contudo, que número muito reduzido de pessoas ao utilizar o extracto de raiz de valeriana poderá experimentar o efeito contrário daquele descrito para a planta, ou seja, excitabilidade nervosa. Se for este o caso, esclarece-se que essas pessoas são hipersensíveis à planta e por isso devem suspender de imediato a sua utilização.

 

  • Lúpulo:
    • O Lúpulo contém nas suas flores uma substância designada de lupulino, responsável pela acção sedativa e soporífera do extracto. Na fitoterapia as flores de lúpulo sempre foram utilizadas em casos de nervosismo e de insónias de origem nervosa. Nas preparações sedativas as flores de lúpulo são normalmente misturadas com as raizes de valeriana. Vários estudos efectuados utilizando esta mistura evidenciaram uma melhoria na dinâmica do sono e um acordar mais repousado.

 

Alimentos Calmantes Naturais

  • Banana, laranja, couve, batata:
    • Ricos em potássio, um mineral que ajuda equilibrar o funcionamento cerebral. A banana em particular diminui a ansiedade e promove um sono tran­quilo por ser rico em hidratos de carbono de absorção lenta, potás­sio (diminui o stress, normaliza os batimentos cardíacos e ainda a ajuda a manter-se alerta) e magnésio.

  • Vegetais verde-escuros:
    • Couves, espinafres, agriões, nabiças… possuem bastante ferro, essencial para o transporte de oxigénio no sangue.

 

  • Espinafre, beringela, milho:
    • Possuem magnésio, mineral utilizado pelo organismo na produção de serotonina, uma das hormonas do prazer, que atua no cérebro regulando o humor e o sono. Os espinafres em particular contêm potássio e ácido fólico, magnésio, fosfato e vitamina A, C e do com­plexo B, garantindo um bom funcionamento do sistema nervoso e prevenindo a depressão. Idealmente, os espinafres devem ser ingeridos crus, visto que o processo de cozedura lhes retira os carotenóides.

 

  • Peixe, aveia, abacate, nozes, sementes:
    • Possuem vitamina B1, que ajuda a relaxar e acalmar. Além disso, as nozes, os peixes e as sementes são ricas em ómega-3, que melhora a memória e regula os níveis de adrenalina e cortisol, diminuindo o stresse (ver Gorduras para emagrecer).

 

  • Frutas vermelhas e silvestres:
    • Cereja, amora, morango, mirtilo, arandos e framboesa são frutas ricas em vitamina C e flavonóides, antioxidantesque reduzem a pressão arterial, são ainda apontados como «aspirinas naturais», porque possuem um componente chamado antocianina, responsável por gerar alegria.

 

  • Ostras:
    • O zinco é um mineral presente nas ostras que tem propriedades calmantes.

 

  • Alho
    • Apesar do cheiro desagradável que deixa nas mãos quando o descascamos (experimente colocar as mãos debaixo de água a correr, ao mesmo tempo que mexe na lâmina de uma fa­ca – na parte que não corta, claro), o alho de­ve estar sempre no centro da sua mesa. Ajuda na redução do nível de colesterol no sangue, é fiel amigo do seu coração e, segundo alguns estudos realizados, é também importante no combate à ansiedade e cansaço.

 

  • Mel
    • É riquíssimo em elementos nutritivos, deven­do constar da alimentação de todos, principalmente de quem sofre de stresse e cansaço (com ex­ceção dos diabéticos). Contém água, glico­se, sacarose, potássio, ferro, sódio, enxofre, cloro, cálcio, magnésio, fósforo, zinco, vitami­nas do complexo B, vitaminas A, E, C e subs­tâncias que agem como antibióticos naturais. Além disso, estimula a produção de serotoni­na, neurotransmissor responsável pela sensação de conforto, prazer e bem-estar.

 

  • Uvas 
    • Ricas em ferro, que é facilmente assimi­lado pelo nosso organismo, contêm ain­da minerais como cálcio, cobre,fósforo, zinco, sódio e lítio. Oferece uma boa do­se de vitaminas do complexo B e vitamina C. Este fruto tem também poderes antioxidantes, que retardam o envelhe­cimento da pele e ajudam a combater o colesterol. Além disso, a uva é ener­gética e purificante.

 

  • Alface
    • Possui efeitos calmantes e relaxantes e é rica em fosfato, afastando a confusão mental e o cansaço. Use-a para fazer batidos, saladas e chás terapêuticos.

 

    • Os nutrientes presentes nos ovos que as­seguram o bom humor são a tiamina e a niacina (vitaminas do complexo B), áci­do fólico e acetilcolina. A carência destas substâncias pode causar apatia, ansiedade e até perda de me­mória.

 

  • Salmão
    • Tal como a sardinha e o atum, este peixe é rico em gorduras ómega-3 (que também estão presentes nos frutos verme­lhos, nozes, agrião e espinafre, entre outros), cujas propriedades antioxidantes funcionam como um antídoto contra a ansiedade.

 

  • Ervas aromáticas:
    • O alecrim e os coentros são ótimos estimulantes naturais em situações de cansaço extremo e de exaustão física e mental.

 

Por outro lado, temos como principais estimulantes:

  • Cafeína – chá verde, chá preto, chá vermelho e branco, café, bebidas de cola, bebidas energéticas
  • Açúcar – de absorção rápida e adicionado
  • Aminoácidos – taurina, alanina, citrulina, carnitina (suplementos desportivos)
  • Super-alimentos – maca, café verde, cacau, canela, erva mate, laranja-amarga

Adaptado de Sapo Saúde

Logo-03

Add A Comment