Receitas DdD: 3 receitas de base de pizza sem glúten

Esta semana, o Diário de uma Dietista centrou as suas atenções nas alergias e intolerâncias que tanto “complicam” a vida dos pais!

Depois de falarmos sobre as alternativas vegetais ao leite de vaca, hoje trazemos opções saudáveis e sem alergénios, de uma das confeções mais apreciadas pelas crianças:

As pizzas são normalmente refeições adoradas por “miúdos & graúdos”. No entanto, na presença de doença celíaca, sensibilidade ao glúten não-celíaca (com sintomas semelhantes à doença celíaca, mas sem se verificarem marcadores genéticos e alterações serológicas) ou alergia ao trigo podem impedir toda a família de desfrutar desta refeição.

Hoje trazemos-lhe três opções de base de pizza para substituir as convencionais e serem, assim, aptas a consumir por todos.

Poderá gostar de ler...

Receitas

Base de pizza de farinha sem glúten

  • 500g de farinha sem glúten para pão
  • 500ml água
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 1 colher de chá de sal
  • 2 colheres de sopa de sementes de sésamo e/ou chia
  1. Numa tijela, coloque a farinha, o fermento e as sementes e misture com uma batedeira na velocidade mínima até amassar.
  2. Forme uma bola com esta massa e tape com um pano húmido, deixando levedar à temperatura ambiente por 30 minutos.
  3. Estenda a massa. Coloque num tabuleiro untado com margarina e polvilhado com farinha de arroz.
  4. Leve ao forno, previamente aquecido a 200º C. Logo que tenha aspeto de cozida, retirem coloque a polpa de tomate e recheie a gosto.
  5. Deixe no forno alguns minutos até ter aspeto tostado.

Base de pizza de couve-flor

  • 400g de couve-flor
  • 1 ovo
  • 1 dente de alho
  • sal, pimenta e orégãos a gosto
  1. Pré-aqueça o forno a 180ºC.
  2. Triture a couve-flor e retire o excesso de água (com o auxílio de um pano de cozinha).
  3. Numa tigela junte a couve-flor triturada, o alho picado, o ovo, sal, pimenta e orégãos a gosto e misture até ficar homogéneo
  4. Coloque papel vegetal num tabuleiro e espalhe de forma a formar uma base circular.
  5. Leve ao forno aproximadamente 20 minutos.

Base de pizza de curgete

  • 1 curgete
  • 1 ovo
  • 3 colheres de sopa de queijo mozarela ralado
  1. Descasque a curgete.
  2. Corte a curgete em pedaços e coloque num recipiente.
  3. Noutro recipiente bata um ovo.
  4. Junte o ovo à curgete e adicione o queijo mozarela ralado.
  5. Triture a mistura até que fique homogénea.
  6. Coloque a mistura numa forma e leve ao forno pré-aquecido a 180º durante 45 minutos.

Comparação & Informação Nutricional

Ao olharmos para a informação nutricional, percebemos que todas as opções são bastante semelhantes, com exceção da base de pizza tradicional que apresenta maior teor energético (kcal), mais sódio e maior teor de gordura saturada do que as outras opções. As opções que têm vegetais na sua base (como a pizza de couve-flor e de curgete) acabam por ter outras vantagens nomeadamente pelos antioxidantes provenientes dos mesmos e vitaminas A, C e do complexo B, essenciais para a manutenção de uma boa saúde.

Todas estas opções (exceto a base de pizza de curgete) poderão ser consumidas por pessoas com intolerância/alergia a leite de vaca.

Apesar destas serem receitas consideradas nutricionalmente adequadas, a alimentação deverá ser o mais variada possível e, por isso, conte com o Diário de uma Dietista para lhe apresentar mais receitas saudáveis ao longo do mês de junho! Tudo pela saúde das nossas crianças!

JUNHO