Testemunho #18: “…pensei que fosse inatingível!”

Receita da Semana #46 – Brócolos
4 Março, 2018
Alimentação do bebé
6 Abril, 2018
Mostrar tudo

Testemunho #18: “…pensei que fosse inatingível!”

Como vai caro leitor?

Voltamos para mais um testemunho Diário de uma Dietista. Tem acompanhado as histórias dos nossos pacientes? Deixe-se inspirar, o bem não acontece só a outros. Não é “um milagre” que acontece de um dia para outro, mas com o acompanhamento certo e com dedicação, também vai conseguir atingir os seus objetivos

Categoria – Testemunhos – As nossas histórias, que podem ser a sua!

Hoje apresentamos-lhe mais um caso de sucesso: a AS é uma mulher no início dos seus 30’s, mãe pela primeira vez há 3 anos, o que alterou a sua relação com a comida, os seus hábitos, rotinas e, assim, o seu peso. Procurou a nossa ajuda para voltar a ter uma relação saudável com a alimentação, criar hábitos saudáveis que sejam um exemplo para a sua família e, claro, voltar a “reconhecer” a sua imagem no espelho. Em 9 meses perdeu 10kg e 9% de massa gorda, mantendo a sua magra! É sem dúvida um exemplo. Conheça melhor esta história nas suas próprias palavras:

 

1. Como conheceu o Diário de uma Dietista?

R: Conheci o Diário de uma Dietista por sugestão de uma conhecida.

 

2. O que a levou a marcar consulta?

R: Estava decidida a reduzir o meu peso e, após algumas tentativas mal sucedidas, decidi que precisava de alguém que me orientasse.

 

3. Conte-nos a sua história, como se sentia antes de vir à consulta?

R: O ritmo da minha vida profissional, com horários bastante preenchidos, aliado às rotinas familiares, pouco tempo me deixa liberto para a prática de exercício físico. Como tal, o estilo de vida sedentário e uma gravidez onde aumentei cerca de 20 kgs, levaram ao meu aumento de peso. Cheguei a não ter vontade de comprar roupa por saber que o número de calças que me iria servir, seria um número que nunca pensei em ter que comprar.

Apesar de termos aprendido cá em casa a fazer refeições mais saudáveis e mais frequentes por causa da nossa filha, isso não foi o suficiente para que os kilinhos ganhos durante tantos anos fossem diminuindo.

Como tal, tracei como objectivo pessoal perder os kilinhos que tinha a mais.

 

4. Que objetivos atingiu? O que aprendeu/mudou?

R: A primeira consulta serviu para perceber quais eram as minhas intenções e penso que para perceber se o motivo da minha vontade de perder peso era movido por uma grande vontade ou se seria “só porque sim”. Começámos por traçar um objectivo de perda de cerca de 7 kgs. Na altura, confesso agora, pensei que fosse um objectivo inatingível, ou dificilmente atingível tendo em conta o meu ritmo de vida. Foi traçado um plano alimentar “sem restrições” mas com algumas regras. O plano traçado, de regra foi passando a rotina e agora, passado quase nove meses e quase menos 10 Kgs, já faz parte do dia a dia. Aprendi a conhecer os efeitos que certos alimentos têm no meu organismo, que devemos comer apenas até nos sentirmos confortáveis e não “a rebentar” e que se fizermos os famosos lanchinhos nunca nos chegamos a sentir esfomeados! Contínuo a comer de tudo um pouco, mas agora com maior moderação e a pensar no meu novo eu….

 

5. A sua saúde/ doença sofreu alterações? Se sim, quais?

R:  Hoje em dia já não sinto o desconforto que muitas vezes sentia após o almoço uma vez que sei quais as quantidades limites e os alimentos que causavam esse desconforto. No geral, não só no peso, sinto-me mais leve!

 

6. Como descreve a sua relação com a nutricionista?

R: Desde o início que me senti à vontade tanto com a Drª Catarina, como com a Drª Ana. A forma simples e equilibrada de como me ajudaram a atingir o meu objectivo, fez com que eu nunca sentisse que estava a fazer dieta, mas sim que estava a aprender a alimentar-me de uma forma mais saudável.

 

7.Como se sente a nível psicológico/emocional após o tratamento?

R: É bom sentirmo-nos bem e confortáveis com o nosso corpo. É bom superar um objectivo inicial e conseguir manter esse objectivo. É bom descobrir que só ganhamos em ter cuidado com o que comemos…

 

8. Voltaria a recorrer ao nosso acompanhamento? porquê?

R: Quando assim se justificar, voltarei a recorrer ao vosso acompanhamento sem pensar duas vezes. Por enquanto, apesar de já ter atingido o meu objectivo inicial, continuarei a recorrer ao vosso acompanhamento até me sentir “em velocidade cruzeiro”.

 

9. O que distingue o diário de uma dietista de outros serviços de nutrição?  

R: A equipa do Diário de uma Dietista é sem dúvida uma equipa que Orienta, Ajuda, Educa, Informa, Esclarece, Estimula e Motiva. Recomendo a vossa equipa para quem precise de ajuda para mudar o seu estilo de vida ou, simplesmente, para quem precise de umas dicas para acompanhar determinadas fases da vida.

 

Trate de Si, porque Alimentação Saudável não é Dieta,

é Estilo de Vida!

Testemunho #18: “…pensei que fosse inatingível!”

Tempo de leitura: 4 min

Tenha acesso aos artigos mais recentes no seu email!