Páscoa Feliz

Como vai caro leitor?

O domingo de Páscoa aproxima-se e com ele o delicioso almoço em família, além dos calóricos ovos e amêndoas! Como não cair em tentação? 
   Primeiro é importante conhecer o significado da Páscoa – sentido de renovação, mudança. O principal motivo (não religioso) desse dia é a confraternização com os familiares, onde um novo ciclo tem início. A Páscoa traz consigo um sentimento de harmonia e mostra-nos que, apesar de tudo, há esperança. Podemos espalhar este conceito para todas as áreas da nossa vida: social, económica, emocional… Enfim, mostra-nos que poderemos alcançar os nossos objetivos, se realmente quisermos e lutarmos. E não foge à regra a questão do controlo do peso. Para tudo deve haver um limite e, no que se refere à alimentação, essa é uma das leis: quantidade adequada de alimentos para uma boa saúde.


  Um dos alimentos que não pode faltar na Páscoa é o tradicional chocolate. São muitas as maneiras de o consumir. Ovos, amêndoas, bombons, em barra, seja como for é preciso tomar cuidado com este delicioso alimento. Rico em açúcares e gorduras, o chocolate fornece muitas calorias: uma barra pequena de chocolate de leite (30g) fornece em média 170,40 kcal. Ou seja, quase 200 calorias numa pequena porção! Para gastar 200 kcal será necessário fazer cerca de 50 minutos de caminhada. 

   De facto, na Páscoa há quem perca a noção de quanto chocolate comeu, ou foi comendo durante todo o mês… Agora imagine quantas horas de atividade física serão necessárias para gastar tanta energia.
  Pois bem, faça o seguinte: não deixe de comer o seu chocolate, mas prefira-o sem muitos cremes, doce de leite, avelãs, amêndoas, entre outros. E coma devagar e aos poucos, para que realmente o saboreie!
   
 
    Saiba ainda que o chocolate “diet”, “light” ou “sem açúcar” não favorece o emagrecimento. Muitas pessoas acreditam que este tipo de chocolate possui menos calorias, sendo um bom substituto do chocolate tradicional, mas isso não é verdade. Estes chocolates podem ser isentos de açúcar adicionado, mas possuem grande quantidade de gordura, veja a informação nutricional.

   Para o prato principal siga a tradição familiar, optando por escorrer o molho das confeções e acompanhando com bastante salada, legumes ou sopa. Na Sexta-feira Santa opte pelo peixe fresco, que é de fácil digestibilidade e tem diversos benefícios nutricionais: vitamina B1 e D, sódio, magnésio, proteínas de alto valor biológico, além de gorduras insaturadas (ómegas 3 e 6). Para a sobremesa (se o chocolate não for suficiente), escolha uma preparação com frutas frescas ou salada de frutas, que será menos calórica, mais barata e muito mais saudável.
 
    Comemore a Páscoa em família ou com os amigos em espírito de união e de fraternidade. Sugestão: Partilhe os seus chocolates com quem mais gosta, os seus mais queridos e o seu corpo vão agradecer! Páscoa Feliz!
 Logo-03