Ácido fólico & Cérebro

JULHO

Terminamos o mês alertando para outro nutriente “amigo do Cérebro”:

Uma Vitamina do complexo B

O ácido fólico pode ainda ser designado por folato ou vitamina B9. Juntamente com a vitamina B12, o folato é necessário para a formação de glóbulos vermelhos normais, para a síntese do material genético das células, bem como na regulação da expressão génica.

O ácido fólico é uma vitamina essencial, mas muitas vezes negligenciada. Vamos saber porquê:

Apesar de ser necessário em todas as fases do ciclo de vida, este assume particular importância na gestação, já que o seu défice tem consequências graves na formação e desenvolvimento do embrião, nomeadamente no desenvolvimento do sistema nervoso e tubo neural. É também por isso que as grávidas têm necessidades diárias aumentadas deste nutriente, sendo recomendada pela DGS a sua suplementação desde os 2 meses preconceção ao final do primeiro trimestre de gravidez.

Publicações relacionadas:

Gravidez: Mês 1

Ainda na gestação, uma meta-análise 2021 concluiu que mulheres que fazem suplementação adequada e com níveis mais elevados de ácido fólico plasmático durante o primeiro trimestre têm 43% menor probabilidade de terem filhos autistas, especialmente em gestantes com alterações na enzima MTHFR (fonte).

Além disso, o ácido fólico também parece exercer um papel importante nos sintomas de TEA – transtornos do espectro do autismo – especialmente ao nível da comunicação (fonte): valores elevados de homocisteína (molécula inflamatória) têm sido observados em autistas, sendo o ácido fólico responsável por converter esta molécula em metionina. O mesmo tem sido observado no “mal d’Alzheimer” destacando o papel da inflamação nestas patologias. 

Ciclo da Homocisteína

A suplementação em ácido fólico em conjunto com outras vitaminas do complexo B também parece promissora na prevenção do declínio cognitivo e em funções como a memória, especialmente na prevenção de demências (fonte). No entanto, a auto-suplementação não é recomendada, devendo sempre ser vigiada com análises clínicas por um médico ou nutricionista.

Publicações relacionadas:

As principais fontes alimentares de ácido fólico são...

Fontes Alimentares de Ácido Fólico
Fonte: Tabela de Composição de Alimentos Portuguesa

Carência continuada de ácido fólico resulta em...

Apesar de ser uma vitamina fácil de encontrar na natureza, é comum detetar-se níveis de carência em análises clínicas, especialmente em:

Ao invés, o excesso de consumo através de suplementação também acarreta diversos risco, nomeadamente:

Pelo que, voltamos a ...

Comece hoje a sua Reeducação Alimentar com o Diário de uma Dietista, profissionais preocupados e credenciados para promover a Saúde e tratar a Doença.