Conselhos de 1 a 23 de dezembro

Como vai caro leitor?

Estamos oficialmente no mês do Natal! Os enfeites estão por todo o lado, convidando-nos a estar na rua, mesmo com este frio! Também a alimentação se torna mais apetecível nesta época do ano, as tentações estão por todo o lado. 

 

Pois bem, é justamente sobre isso que escrevemos hoje. A época do Natal é das mais temidas por quem se preocupa com “o peso”. Pessoas que estão a emagrecer temem “estragar tudo” e quem tem por filosofia ter uma alimentação equilibrada já sofre com os excessos da consoada. Tanto é assim que muita gente nem consegue desfrutar desta época tão especial.

 

Este artigo é uma orientação, um “descanso” para a consciência, para que viva em pleno a época natalícia:

Primeiro, saiba que o problema não está no que come de 24 a 31 de dezembro, mas sim nas restantes 52 semanas do ano! É comum chegar-se ao Natal já com peso a mais, situação que fica agravada pela semana festiva e que faz muita gente entrar literalmente triste e frustrada no novo ano. Não é por acaso que um dos desejos mais pedidos na noite de passagem de ano é “Este ano vou perder peso!”. Há tanta coisa melhor para desejar do que “perder”… Se realmente está com excesso de peso pense consultar um nutricionista HOJE, em vez de pensar que pode “engordar” à vontade até janeiro e depois “trata nisso”. Não faça isto a si próprio, pois para além de ser fisicamente prejudicial, é psicologicamente destrutivo.

    Alimentação saudável faz-se todos os dias. Trata-se do “peso” e da saúde todos os dias do ano, abrindo-se exceção para os dias de Natal e outros momentos especiais. Nesses dias todos nós gostamos de fazer alguns excessos, e mais, devemo-nos permitir que isso aconteça para que haja equilíbrio psicológico, sem cair em restrições punitivas.

O segredo para este ano não engordar os tradicionais 2 a 3kg no Natal é…

Não comece a comer dia 1! Antes do Natal siga uma alimentação saudável e equilibrada, de acordo com a sua saúde, como se fosse outro mês qualquer. Prometa a si próprio que dia 24 e 25 vai banquetear-se com as melhores iguarias da época natalícia! Até lá mantenha-se saudável e ativo!

 Se tem estado a ser acompanhado em consulta de nutrição, POR FAVOR não desista nem faça PAUSAS. É o maior erro que pode fazer, pois será muito provável recuperar tudo aquilo que já conseguiu, causando angústia, desmotivação e desistência. É importante gerir as expectativas com a sua nutricionista. Provavelmente, este mês será de “manutenção” e de gestão dos “extras”. Poderá até aumentar um pouco o peso (até 0,5kg), mas nunca os 3, 4, 5 kg que por vezes vemos em janeiro. Não faça isto a si próprio, não trate tão mal o seu corpo, só estará a hipotecar o seu sucesso e a viciar o seu metabolismo.

   

Faça boas escolhas alimentares nos tradicionais jantares de Natal e iniba-se de comprar doces típicos (ex. bolo-rei e broas), apesar da enorme pressão nos supermercados.

Reflita um pouco e pense se esse alimento faz mesmo falta lá em casa. Aliás se comer já que graça terá no dia da consoada?


   E sabe que se gasta muito mais calorias a praticar desporto com frio? Sim, porque o coração tem de bombear mais sangue para nos manter quentes! Aproveite e mantenha-se ativo! Ou seja, mantenha a sua vida normal, sem stress, sem angustias e preocupações desnecessárias. Não comece a sofrer por antecipação e desfrute desta época tão especial. Boas festas!